BlogBlogs.Com.Br
Seja bem-vindo ao blog Consciência Acadêmica.

Impressões pessoais sobre notícias ou sobre episódios cotidianos, além de informações de utilidade pública.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Natal de luz

Concordo que o Natal ainda seja uma época bonita, porque tudo e todos ficam mais bonitos (pelo menos por fora), como diz o reclame de uma conhecida marca de cosméticos. A propaganda deles no rádio é mais completa e mais profunda, mesmo assim posto aqui a propaganda de TV que também é bonita.


O governo estadual em parceria com os grandes comerciantes do Estado pretende mais uma vez investir pesado na decoração natalina e na realização de grandes eventos públicos com apresentações de artistas consagrados, na capital e em algumas cidades do interior.

Tudo bem, eu entendo que, como eu já disse algumas vezes, todo mundo tem o direito de arrumar a casa, de acordo com a ocasião (http://conscienciaacademica.blogspot.com/2009/11/evolucao.html e http://conscienciaacademica.blogspot.com/2009/09/11-de-setembro-de-2009.html). No entanto, seria melhor se eles maneirassem com isso e canalizassem os seus recursos para embelezar as cidades e seus habitantes de tal maneira que a beleza do trabalho durasse o ano inteiro, ou melhor, que fosse permanente. Neste fim de ano, precisamos remodelar a sociedade de maneira mais profunda, cuidando das estéticas interna e externa e tentando diminuir a exclusão social.

Lembre-se que, para a maioria das pessoas, todo esse clima de Natal que a mídia quer implantar deixou de fazer algum sentido ou nunca fez, não necessariamente por razões socioeconômicas. Eu, por exemplo, já não posso mais desfrutar da atmosfera natalina como antigamente. Não posso mais parar, sentar e pensar "que beleza, é natal". Não posso mais passear com minha mãe pelo turbulento centro de Fortaleza, que fica mais turbulento ainda nesta época, como nos meus tempos de criança. Já não faço mais questão de acordar na manhã de 25 de dezembro e encontrar uma surpresa embaixo da cama. De uns tempos para cá, meu presente de Natal tem sido um mês de trabalho, estresse e ansiedade. Se bem que aliviou um pouco de uns cinco anos para cá. Mas no mês que vem, trabalharei que nem peão, e alguns de meus amigos trabalharão mais ainda. Alguns serão, a contragosto, como os pastores de Belém, porque talvez estejam de plantão em uma maternidade, na noite de Natal, noite essa que eu também, onde quer que esteja, não consigo mais celebrar em paz, porque, todo dia e toda vez que eu faço as refeições, eu me lembro que alguém está passando fome em algum lugar, e toda vez que eu fico alegre, eu me lembro que alguém está triste em algum lugar, e toda vez que tenho algum motivo para comemorar ou estou em uma festa, me lembro que alguém está de luto, está em um hospital ou em um velório. Estranhamente, depois que comecei a cursar medicina, tornei-me mais sensível aos problemas da humanidade e me preocupo mais com os sofrimentos das pessoas. Por isso que tenho vontade de um dia ingressar na carreira política. Falarei mais sobre isso em outra ocasião.

O importante agora é refletir sobre o impacto real de tantos enfeites e mídias natalinas em nossas vidas e tentarmos embelezá-las de verdade. Enquanto para muitos o ano está acabando, para outros, como eu, está só começando. Fica aí o mote lançado para as próximas postagens.

http://www.antonioviana.com.br/2009/site/ver_noticia.php?id=61025.

http://cearaenoticia.blogspot.com/2009/11/agendacdl-lanca-hoje-campanha-natal-de.html.

http://jangadeiroonline.com.br/ceara/vanessa-da-mata-abre-campanha-ceara-natal-de-luz/.

http://blog.opovo.com.br/blogdoeliomar/ceara-natal-de-luz-sera-lancado-no-dia-20-de-novembro/.

http://www.radiocaicara.com/index.php?option=com_phocagallery&view=category&id=17Itemid=109.

http://www.sobralportaldenoticias.com/videosview.php?id=278.


 


 

2 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Olá, amigo!
Aprecio e simpatizo com o seu "Natal de Luz". Tenho a mesma opinião sob os a canalização do bens públicos para a melhoria do que é público mesmo, como permitir a entrada dos que foram/são excluídos. Porém, também acho que tanto eu quanto qualquer um pode passear com o seu ente mais querido e desfrutar, sim, de tudo. Isso depende do ânimo, da disposição.
Como enfrentar o desconhecido, o novo o futuro o mercado de trabalho se não se sabe nada? Quem diz que não sabe, é porque sabe algo. Mergulhe dentro de si; recolha o que ficou de bom desse saber esquecido, reformule-o. Refaça-se. Nada nem ninguém "é" parado. Todos somos seres mutantes, sempre em transformação, sempre reescrevemos porque temos história/memória. Você tem muita, veja e enxergue o que já fez, pelo menos aqui.
Quando estiver refeito, ainda que tenha medo, enfrente. Se for apedrejado, a primeira pedra sempre dói, a segunda já não dói tanto, continue. O importante é seguir e não desanimar. Sempre.
Gosto de ser metamorfose ambulante. Criativa? Não? Reformulante.
Muitos beijos e bom dia sempre,
Renata

Anônimo disse...

miley cyrus nude [url=http://www.ipetitions.com/petition/mileycyrus]miley cyrus nude[/url] paris hilton nude [url=http://www.ipetitions.com/petition/parishilt]paris hilton nude[/url] kim kardashian nude [url=http://www.ipetitions.com/petition/kimkardashian45]kim kardashian nude[/url] kim kardashian nude [url=http://www.ipetitions.com/petition/celebst]kim kardashian nude[/url]