BlogBlogs.Com.Br
Seja bem-vindo ao blog Consciência Acadêmica.

Impressões pessoais sobre notícias ou sobre episódios cotidianos, além de informações de utilidade pública.

domingo, 29 de junho de 2008

Na chuva, na fazenda



 

Na Rua, Na Chuva, Na Fazenda

Kid Abelha


Compositor: Hyldon

Não estou disposto
A esquecer seu rosto de vez
E acho que é tão normal
Dizem que eu sou louco
Por eu ter um gosto assim
Gostar de quem não gosta de mim...

Jogue suas mãos para o céu
Agradeça se acaso tiver
Alguém que você gostaria que
Estivesse sempre com você
Na rua, na chuva, na fazenda
Ou numa casinha de sapê...

Não estou disposto
A esquecer seu rosto de vez
E acho que é tão normal
Dizem que sou louco
Por eu ter um gosto assim
Gostar de quem não gosta de mim...

Jogue suas mãos para o céu
Agradeça se acaso tiver
Alguém que você gostaria que
Estivesse sempre com você
Na rua, na chuva, na fazenda
Ou numa casinha de sapê...(3x)

De sapê!...

http://kid-abelha.lyrics.com.br/letras/116744/.


 

4 comentários:

Nadezhda disse...

Não tinha visto o clip dessa música. Bem legal.

E a história do gambá, aconteceu igual onde meu pai trabalhava ;)

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Adorava essa música quando era mais jovem, agor abateu uma saudade. Obrigada por tudo, pela solidariedade. Mas o inferno é agora, com a quimio.
Fiz um post para o nosso vampiro o "Ravnos", que tanto me pediu, sobre Cidadão Kane. Apareça por lá:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com/
não há ponto depois de www
Um beijo,

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Amigo, depois da operação, a quimioterapia, que é um verdadeiro inferno. Não tendo nada a fazer, fiz mais um post, As Pontes de Madison.
Apareça por lá:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com/
não há ponto depois de www
Um beijo,
Renata
Por favor, vá, há retratos meus.

Anônimo disse...

Hello everyone! I do not know where to start but hope this site will be useful for me.
I will be happy to get some help at the beginning.
Thanks and good luck everyone! ;)